ReloadBet Bónus – Especial para a Crónica Rivalidades

ReloadBet Bónus

Bónus ReloadBet 10€/20€

 

ReloadBet Bónus – A RealodBet associou-se à cronica Rivalidades na Betopedia e oferece estas excelentes condições para o jogo Manchester United vs Liverpool.

A ReloadBet oferece 20 euros a quem depositar apenas 10 euros.

Simples não é?

 

Usa o Bónus de uma só vez neste evento especifico, para o jogo da Premier Derby North West

Para te ajudar em que apostar lê o artigo no Rivalidades na integra, e decide pela melhor aposta!

Premier North West Derby – Manchester United vs Liverpool

ReloadBet Bónus

 

Na Betopedia temos também uma AudioTip exclusiva elaborada pelo nosso Tipster Betopedia, Xeque99, nesta AudioTip ficar a par das apostas mais seguras que temos para vos dar!

Ouve tudo aqui:

As condições de adesão a este Bónus são simples, deposita e estás habilitado ao Bónus de 10€ e recebes 20€. A única coisa que terás que fazer é apostar os 10€ no Derby.

Usa o código de Bónus: Betopedia

 

A odd mínima da aposta deverá ser de 2.00 e deves rolar o teu Bónus por apenas 3 vezes a odds mínimas de 1.70

Belo regresso após as selecções e logo um Bónus para um Derby importante na Premier League

O fim de semana está mesmo ai e os campeonatos europeus voltam quase na sua totalidades, podes sempre procurar-nos para te ajudar a fazer o teu Rollover,

Como?

Telegram para a Reloadbet Bónus

 

Simples, usa o nosso Telegram betopedia e subscreve o nosso canal do YouTube.

Assim não ficas de fora do que vamos fazendo, nas apostas que vos damos.

youtube para o Reloadbet Bónus

Os motivos são mais que muitos, para alem das AudiTips dedicadas e  exclusivas de todos os nossos especialistas,mas tens também a nossa secção de artigos onde poderás ver esclarecidas duvidas como a nova moda em portugal os E sports

E claro a pergunta da actualidade que se faz todos os dias no mundo das apostas online, como ser um apostar profissional!

Não te esqueças de subscrever as notificações da nossa página, e pronto, agora estás pronto para tudo! Boa sorte!

Operação Oikos – A Segunda Parte

Operação Oikos – A Segunda Parte

Valladolid vs Valência

No início de Junho de 2019 a detenção do ex-jogador do Real Madrid Raúl Bravo, o alegado cabecilha de uma rede de apostas ilegais, iniciava um terramoto no futebol espanhol cujas réplicas não cessaram de aumentar – Oikos

No principio do mês escrevi este artigo sobre o assunto:

Operação Oikos – Toda a Verdade – Clica para leres na integra!

Mollybet PT

Estando Espanha numa encruzilhada histórica provocada pelo desafio separatista, esta questão da corrupção no fenómeno desportivo, e mais concretamente das apostas desportivas, teve o condão de colocar a sociedade a reflectir sobre a podridão e decadência moral, numa sociedade e num mundo em que vale tudo, e as pessoas se prostituem moralmente por ganancia, visando o dinheiro fácil.

oikos espanha
O que se passou desde então?

Muitas coisas, tem sido um Junho alucinante no futebol espanhol, aquela ideia que o defeso é uma época morta em termos noticiosos é claramente errada, no caso espanhol dentro do campo, com as sucessivas contratações milionárias dos grandes clubes, mas também fora, com esta trama da corrupção.

O jornal El Mundo, uma espécie de Correio da Manhã de Espanha, tem passado o último mês a soltar cirurgicamente informações e escutas do processo.

oikos - raul bravo

Pelo que tem sido dito parece que o clube chave é o Huesca, onde alegadamente dos jogadores aos dirigentes toda a gente se corrompia, e os dois personagens chave da quadrilha de apostadores ilegais são Raúl Bravo e Carlos Aranda, outro ex-futebolista que militou em muitas equipas de sobe e desce, e que tem a curiosidade de deter um record no futebol espanhol, sendo o atleta que mais clubes diferentes representou em La Liga.

Uma carreira que lhe deu portanto muitos contactos, que alegadamente lhe viriam a ser muito úteis na teia de corrupção da Oikos.

Vamos antes de mais fazer um resumo cronológico das notícias:

– Depois de terem sido detidos uns dias antes a 30 de Maio Raúl Bravo e Carlos Aranda vêm o Juiz de Instrução Criminal decretar a sua Prisão Domiciliária, estabelecendo uma fiança de 75 mil euros para Aranda e 100 mil euros para Raúl Bravo, sentença que foi bastante contestada sobretudo por causa deste último valor, considerado demasiado baixo para a ordem de grandeza que a quadrilha movimentava.

oikos dirigenets e capitaes
– No dia seguinte, para além de alguns detalhes sobre jogadores do Huesca que se corrompiam, ficou a saber-se um dado que impressiona pela sua grandeza.

 

Estão a ser investigados no âmbito desta operação 6913 jogos de futebol, que vão dos profissionais aos jogos de Juniores e escalões inferiores.

– A 3 de Junho o Huesca tem um comunicado rocambolesco, o primeiro de muitos passos em falso do clube, no qual afirmam que por terem tido suspeitas de que os seus jogadores se iriam deixar corromper aumentaram os prémios de jogo.

Esta foi uma reacção à notícia de que o clube tinha sido directamente corrompido, uma novidade explosiva que o El Mundo trazia neste dia.

– A 4 de Junho a imprensa filtra uma escuta na qual se vê que o Huesca, na pessoa do seu Presidente Augustin Lasaosa, foi ameaçado pela quadrilha de Raúl Bravo depois de terem falhado uma combinação com o grupo.

– Depois de uma semana de acalmia, a 10 de Junho soube-se que Carlos Aranda, um dos cabecilhas da quadrilha, é proprietário de várias casas de jogo na sua cidade natal de Málaga, e que boa parte das operações da teia eram conduzidas através destes estabelecimentos.

– A 11 de Junho, ante as continuadas notícias de combinação do Valladolid-Valência, o Girona tomou uma posição, e requereu à Liga a permanência na mesma, uma vez que foi o 18.º classificado, e que se algum clube acima de si estiver envolvido em corrupção desce automaticamente.

Este pedido, conjuntamente com todas as decisões desportivas do caso, está ainda pendente.

– Nos dias seguintes vão saindo os detalhes das escutas, sendo muito pouco edificantes as conversas sobre o cavalheirismo e a honra dos jogadores envolvidos na corrupção.

Vários dos atletas envolvidos são suspensos pelos respectivos clubes, naturalmente uma forma de tentar centralizar a culpa neles.

 

jose oikos
– A 15 rebenta a bomba. José Luis Rubiales, nem mais nem menos que o Presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, teria dado uma subvenção suspeita ao Huesca, na qual a entidade federativa apoiou o clube nas obras no seu Estádio El Alcoraz.

OIKOS

O problema para além do apoio ser incomum, e altamente inapropriado, é que se descobriram nas buscas em Huesca um documento interno do clube onde se fala explicitamente de um suborno do Huesca ao Presidente da Federação. Petón, director desportivo do Huesca, e Rubiales, desmentiram com veemência, e a imprensa não voltou a falar no assunto, mas esta é uma ponta solta do processo, que pode voltar um dia à tona.

– Nos dias seguintes os detalhes da investigação começam a emergir. Parece que a polícia usou microfones, em vez do tradicional recurso às escutas telefónicas, e que foi através deste método que se conduziu a investigação.

Pela primeira vez surgem suspeitas de ligações a outros campeonatos, ou seja que a teia se internacionalizou.

– A 17 de Junho os jornais envolvem pela primeira vez o nome de dum clube grande, nada mais nada menos que Real Madrid, que teria sido alvo de uma combinação no seu jogo com o Málaga na Liga de há dois anos.

O que é altamente revelador do grau de sofisticação da quadrilha é que esta combinação era relativa ao número de cantos do jogo.

– A 18 de Junho soube-se pela primeira vez de um contacto internacional de Raúl Bravo com um amigo Grego, que formava parte da operação financeira.

A pista da internacionalização começava a ganhar forma.

– A 21 de Junho ficou a saber-se que o jogo da série A Cagliari-Frossione relativo à última temporada, e disputado a 20 de Abril deste ano, foi combinado, e que portanto os tentáculos da teia de Raúl Bravo cresceram para além das fronteiras de Espanha.

Perante tudo isto que dizer?

Depois deste mês alucinante, que nem o facto do mercado de contratações espanhol estar on fire conseguiu abafar, nada ficará como dantes no futebol espanhol, devido ao manto de suspeição que tudo cobre.

OIKOS

O silêncio e a inoperância da Liga e da Federação começam a ser altamente suspeitos, sobretudo depois do envolvimento colateral do caso, e há aquela sensação no ar de não se saber o que vem a seguir, e que mais se irá saber.

E há a sensação de silêncio cúmplice de quem manda, como se tudo isto fizesse parte do mesmo sistema de poder.

La Liga teve uma última década de ouro. Real Madrid e Barcelona a dominarem o topo, e Atlético e Sevilha a vencerem provas europeias, somando-se ao facto das duas maiores estrelas do futebol mundial estarem no país.

OIKOS

oikos ronaldo

Mas a glória não dura sempre, sobretudo quando se dorme à sombra dos louros conquistados, e a forma categórica como as equipas inglesas vergaram tudo e todos na Europa está aí para provar que há uma mudança de poder em curso.

Pedro-Pita-Soares

No dia em que Messi pendurar as chuteiras, que não estará para longe uma vez que tem 33 anos, La Liga perderá não apenas o seu melhor jogador de sempre, poderá perder um símbolo de uma era de hegemonia que parece já ter terminado.

 

 

Mollybet PT

 

Ora esta operação Oikos é um símbolo desse fim de império, tal como o Calcio Caos significou o fim de duas décadas de hegemonia do futebol italiano, porque a corrupção é sempre o sinal derradeiro da decadência a todos os títulos, moral, financeira e desportiva.