Sporting vs Porto – Clássico – Rivalidades

Sporting vs Porto

O ano de 2020 abre com um clássico no futebol português e com a estreia do “Rivalidades” na nossa Primeira Liga.

Sporting vs Porto, um dos principais jogos do calendário desportivo nacional, disputa-se no Estádio José de Alvalade e chega até nós já no dia 5 de Janeiro, pelas 17h30.

Para os homens da casa, que talvez estejam a atravessar o seu melhor momento da época, esta é a oportunidade de se voltarem a colocar na luta pelo segundo lugar, que é muito desejado por dar a possibilidade de entrada “em caixa” dos milhões da “Champions”.

Presidentes no Sporting vs Porto

Para o FC Porto, este jogo é essencial para que a desvantagem que têm em relação em Benfica – quatro pontos –, não se dilate ainda mais e evite que os “Dragões” cheguem ao tão ambicionado título, na posse dos seus grandes rivais.

 

Os dois clubes são treinados por ex-jogadores que estão em fases diferentes das suas carreiras: Sérgio Conceição, um campeão nacional, com experiência ao mais alto nível em Portugal e no estrangeiro; Jorge Silas, um treinador que está ainda a tirar o quarto nível da profissão que exerce – algo que não é invulgar nos dias de que correm –, e que tem aqui a sua maior e mais exigente experiência.

Sporting vs Porto o Clássico

Quando começa a rivalidade?

Em 1922, chamava-se ainda a Taça de Portugal “Campeonato de Portugal” (curiosamente, o nome da terceira divisão nacional), os dois clubes disputaram uma finalíssima que levou à vitória dos dragões, por 3-1 e a um corte de relações institucionais que partiu dos leões.

Casillas no Sporting vs Porto

Isto porque os mesmos alegavam que a receção hostil feita no norte do país – palco da final –, aos rapazes sportinguistas, tinha tido muita influência no que se passou em campo. Acabariam por se voltar a falar em 1924, com a mudança de presidência no Sporting CP.

Em contexto social, talvez o episódio mais famoso de retratação dessa rivalidade aconteceu no filme o Leão da Estrela. Onde o ator principal teve de se fazer passar por outra pessoa para acompanhar o seu amado clube leonino ao Porto.

Um episódio que revelava uma enorme tensão entre Porto vs Lisboa, que se viveu maioritariamente no século XX. Em jeito de curiosidade, o primeiro Sporting CP vs FC Porto para o Campeonato Nacional disputou-se na oitava jornada da época 1938/39 e terminou empatado 4-4.

Se tivermos um jogo assim, pelo menos quem não é de nenhum dos clubes, vai ver um bom espetáculo.

Silas no Sporting vs Porto

Porto vs Lisboa: Um calmo “Norte vs Sul”

O Sporting CP vs FC Porto não é, com toda a certeza, aquele clássico que mais faz vibrar o adepto português. Pode ser polémico, mas o derby SL Benfica vs Sporting CP ou o clássico SL Benfica vs FC Porto têm sempre outro tipo de contornos, quer do ponto de vista positivo (mobilização de adeptos, ambiente envolvente), quer do ponto de vista negativo (confrontos violentos entre os mesmos e comportamentos reprováveis).

Guarda Redes do FC Porto

Creio que esta rivalidade, apesar de existir e ser bastante visível, não é de tão grandes proporções como se verifica com os encarnados. Claro devido a um fator que me parece ser essencial e que deixa as culpas bem entregues: Animosidade entre direções.

Betopedia Telegram

Ao longo dos anos, habituamo-nos a ver grandes clubes de Itália, Inglaterra ou Alemanha a negociarem jogadores entre si e a terem relações perfeitamente cordiais e pacatas.

Porém, em Portugal, isso é completamente inconcebível aos olhos dos adeptos, que tomam as dores de alguns dirigentes ressabiados e que optam por esse caminho. Jorge Nuno Pinto da Costa é um desses presidentes, Luis Filipe Vieira é outro e, o infame Bruno de Carvalho, mais um.

Sérgio Conceição no Sporting vs Porto

Posto isto, Sporting CP e FC Porto sempre foram os mais moderados nas suas “tiradas” de um para outro, e tirando mesmo o período do supramencionado presidente “leão”, ambas as instituições têm relacionamentos cordiais.

Algo que não só proporcionou algumas trocas de jogadores entre ambos – assunto do qual falaremos mais à frente –, mas também não causa mais animosidade entre as duas fações de adeptos.

 

Penso que também poderá contribuir para isto o facto de nos últimos anos, a luta pelo título de campeão nacional ora se trava entre SL Benfica e FC Porto, ora se trava entre SL Benfica e Sporting CP.

Sporting vs Porto

De verde… e de azul (ou vice-versa)

Como disse, os negócios entre os dois clubes acontecem, apesar de não serem muito frequentes. Quando não são exactamente transferências de uma equipa para outra, há outros pelo meio, mas o efeito acaba por ficar o mesmo. Jogadores que entram para a história porque vestiram tanto o verde, como o azul.

Já no século XX, Augusto Inácio, Eurico Gomes, Fernando Mendes, Paulo Futre ou Capucho tiveram dos dois lados da barricada. Mais recentemente, lembramo-nos de nomes como: Ricardo Quaresma, Liedson, Silvestre Varela, Derlei e Hélder Postiga ou Maniche.

Cristiano Ronaldo

Não, não me estou a esquecer de ninguém e vou já abordar isso mesmo. Corria o ano de 2010 e uma das mais polémicas trocas, esta direta de Sporting CP para FC Porto, aconteceu: Moutinho deixou o verde para abraçar o azul. Em sentido contrário, o defesa Nuno André Coelho foi para Alvalade.

O negócio rondou os 11 milhões de euros, pago pelos dragões por aquele que era, naquela altura, o médio português mais cobiçado do nosso país.

Transformou-se numa espécie de figura proibida em Alvalade e apelidado até por alguém de “Maçã Podre”. Alguém que não estava a fazer bem ao Sporting CP. Por outro lado, Pinto da Costa arrecadou mais ainda a devoção completa dos adeptos portistas, por esta manobra de génio.

Estatísticas no Sporting vs Porto

Sporting vs Porto

A estatística

Olhamos então para quem venceu mais jogos e quem é que mais dominante no clássico. Recentemente, o que podemos reparar, é que costuma ser um jogo com poucos golos, e com domínio portista em “futebol jogado”, domínio sportinguista na conquista de taças.

Nos últimos anos, registam-se muitos empates, (0-0 e 1-1) e depois na decisão por penalties, o Sporting CP vence. Aliás, para se ter uma noção, em 2018 os leões eliminaram os portistas da Taça de Portugal e da Taça da Liga, enquanto na época passada, já em 2019, o mesmo aconteceu, só que nas finais das competições.

Por isso, não é de estranhar que em ambas as taças, o Sporting CP tenha um melhor registo.

Porém, no que mais interessa aos adeptos, o Campeonato Nacional, a história é outra. O FC Porto é a segunda principal força desportiva em Portugal, com 28 títulos conquistados.

Já o Sporting CP é a terceira força nacional, com 18 títulos conquistados, sendo que o último foi já há igual número de épocas atrás… um registo negro do qual ainda não se conseguiram livrar.

Para o Campeonato Nacional:
FC Porto – 66 vitórias
Sporting CP – 59 vitórias
Empates – 45

Apesar dos nortenhos estarem na frente, em casa, quem mandam são as respectivas equipas, e com vantagens evidentes e incontestáveis.

Bruno Fernandes no Sporting vs Porto

As principais figuras: Bruno Fernandes

Para este clássico, há com toda a certeza, jogadores em quem as atenções vão recair com mais evidência.

No caso do Sporting CP – e perdoem-me os sportinguistas por esta opinião –, há um craque que se destaca do resto da equipa, que é mediana e desequilibrada. Estou a falar de Bruno Fernandes, o médio mais goleador da Europa em 2018/19.

A jogar no meio-campo, como oito mais assumido, a jogar como 10 atrás do ponta-de-lança num 4-4-2. Ou até mesmo a partir de uma das alas num hipotético 4-3-3. O homem rende sempre enormidades, com golos e assistências.

Junta a tudo isto, uma capacidade de liderança que não se lhe conhecia nos outros clubes por onde tinha passado, apesar de já ter demonstrado alguma coisa neste departamento ao serviço da Seleção Nacional de Sub21.

Fruto da inconstância exibicional do Sporting CP, este ano não está a aparecer tanto como na época passada – algo que também era difícil, devido ao seu monstruoso rendimento –, mas continua a ter um papel principal em tudo o que os leões fazem em campo.

A sua parte mais negativa é mesmo o facto de ser um jogador muitíssimo “brigão”, principalmente em direção à arbitragem, algo que piorou nesta época.

 

E porquê? Porque se está a colocar nos seus ombros o peso de liderar uma equipa que não acompanha a sua qualidade.

Corona no Sporting vs Porto

As principais figuras: Jesús “Tecatito” Corona

No FC Porto, com um plantel onde os jogadores que fazem a diferença estão quase ao mesmo nível. É difícil escolher o principal perigo para os seus adversários. No entanto, vou destacar aquele que me parece mais em forma de todos: o mexicano “Tecatito” Corona.

Faz toda a ala direita com qualidade e facilidade de execução, deriva para o meio para ajudar a pressão mais alta do meio-campo e corre o jogo todo, mostrando uma invejável forma física. Mas para além disto, é polivalente:

– Se tiver de jogar a lateral direito, tem mais cuidado com as subidas e é certinho, apesar de não ser um prodígio;

– Se tiver de jogar mais à frente, onde melhor sabe, é um jogador tremendamente desiquilibrador, com um vasto repertório de fintas e simulações. Para além disto tudo, ainda finaliza decentemente, quer com o pé direito, quer com o esquerdo.

Símbolo do Sporting no Rivalidade Sporting vs Porto

Acho que o Sporting CP vai ter mesmo de construir um muro naquela ala para o impedir de criar perigo. Mas acho que este mexicano o vai transpor na mesma, até atendendo a qualidade de quem o está a defender.


Há ainda jogadores como: Alex Telles, na outra ala defensiva, Danilo Pereira a comandar o meio-campo. O possante Marega, que podiam ter sido destacados.

Carlos Ribeiro no Rivalidade do Sporting vs Porto
Carlos Ribeiro – Jornalista no Rivalidades na Betopedia 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *